bucha.jpg

Não há nada mais irritante do que ter a caixa de e-mail entupida de spans, correntes pseudo-religiosas e mensagens de auto ajuda piegas que em nada contribuem para o crescimento pessoal de quem quer que seja. Pelo contrário, só trazem irritação e despertam o desejo quase mórbido de esganar o infeliz que envia esse tipo de lixo eletrônico.

Aqui em Roraima os usuários de internet têm o horrível hábito de enviar mensagens bobocas em power point carregadas de filosofia barata. Todos os dias tenho recebido inúmeras mensagens do tipo, sempre com aquela “trilha sonora” melosa. Os textos, em muitos casos, são atribuídos a autores como Vinícius de Morais e Fernando Pessoa, etc. A qualidade estilística e literária, no entanto, é bastante questionável. Horrível, para ser mais preciso.

Mas o que irrita mesmo é a falta de “semancol” dessas pessoas que perdem tempo em repassar tais mensagens, que na maioria das vezes vêm infectadas por vírus. Outro dia, por exemplo, recebi uma suposta mensagem da Receita Federal segundo a qual havia sido encontrado problema na minha declaração de Imposto de Renda 2007. A mensagem dizia que se eu não clicasse no link para corrigir as distorções, meu Cadastro de Pessoa Física (CPF) seria anulado e eu teria sérios problemas com o fisco.

Detalhe: eu não havia feito declaração de imposto de renda 2007 ainda. Ou seja, um f.d.p desocupado enviou um baita vírus para mim. Se não tenho atentando para o amadorismo da molecagem, tinha detonado minha máquina. Quantos desavisados não já caíram nessa armadilha? Por isso, é preciso muito cuidado para não detonar seu equipamento ao abrir essas mensagens enviadas por criminosos cibernéticos. Criminosos, sim, pois qualquer pessoa que causa dano material a outro, de caso pensado, é, no mínimo, criminoso. Portanto, fique atento e não abra e-mail desconhecido. Como diz a gíria da moçada aqui em Roraima, essas mensagens são “pura bucha”.

Anúncios