“A Câmara dos Deputados e o Ministério das Comunicações vão elaborar em conjunto propostas de novas regras para apreciação dos atos de outorga e renovação de concessões de rádio e TV. A parceria foi acertada em reunião realizada ontem entre o presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, deputado Julio Semeghini (PSDB-SP), e o ministro das Comunicações, Hélio Costa.” Lei mais AQUI

Será que dessa discussão sai mesmo alguma mudança significativa? Vejamos: o ministro das Comunicações, Hélio Costa, é porta-voz do maior oligopólio de mídia eletrônica do páis – as Organuzações Globo. Na Câmara dos Deputados, boa parte dos parlamentares são detentores de concessão de emissoras de rádio e televisão. Ou seja, devem estar muito pouco interessados em mudanças reais nas normas de rádio difusão. Pensar em democratização dos meios de Comunicação diante de um quadro tão desalentador parece utopia. O Brasil saiu o coronelismo rural para cornonelismo digital.

Anúncios